.bookmark{ padding:0px; margin-top:15px; background:#ddd; } .bookmark a:hover { position: relative; top: 1px; left: 1px; } .bookmark img { border: 0; padding:0px; margin-top:15px; } -->

Tamanho da Letra

-A - +A

O domínio dos Estados Unidos

Twit This! |

O governo dos Estados Unidos propunha, na Ásia, a política de “portas abertas”, isto é, todas as potências deveriam ter os mesmos direitos de exploração comercial e financeira. Na América Latina, porém, seguiu a política “a América para os americanos”, isto é “portas fechadas” para qualquer potência, exceto para os Estados Unidos. O governo dos Estados Unidos também não respeitou a política de “portas abertas” na Ásia, pelo menos em relação às Filipinas.

Durante o século XIX, Cuba destacou-se no mercado mundial como um dos maiores produtores de açúcar, o que atraiu o interesse de investidores estrangeiros, sobretudo dos Estados Unidos. Além disso, a localização da ilha, distante pouco mais de 150 quilômetros dos Estados Unidos, contribuiu para aumentar o interesse dos norte-americanos.

Em 1898, tropas norte-americanas invadiram Cuba, território até então dominado pela Espanha.

Os dois países entraram em guerra, saindo vitoriosos os Estados Unidos. No ano seguinte, as tropas espanholas deixaram Cuba, que ficou sob ocupação militar norte-americana.

Durante esse mesmo período, as Filipinas – arquipélago localizado no sudeste da Ásia – também estavam sob o domínio espanhol. O governo dos Estados Unidos também considerava o arquipélago filipino um ponto estratégico para seus interesses políticos e econômicos. E a Espanha acabou cedendo as Filipinas aos Estados Unidos como consequência do conflito entre os dois países.

Além de Cuba e das Filipinas, os Estados Unidos ocuparam ainda Porto Rico, na América Central.

Nelson Piletti, Claudino Piletti, Thiago Tremonte. Hostória e vida integrada. ensino fundamental

Technorati Marcas: ,,,

Assine nosso feed. É Grátis!

Leia Também: O neocolonialismo

2 :

sosvip disse...

E mais uma vez os Estados Unidos demonstrando aí toda a sua "potência" para hostilizar outros e tomar-lhes seus territórios...

Susi disse...

Uma história cheia de hostilidade, não poderia passar impune.
Toda ação causa uma reação.

 

©2009 HISTOBLOG - História Geral | Template Blue by TNB