.bookmark{ padding:0px; margin-top:15px; background:#ddd; } .bookmark a:hover { position: relative; top: 1px; left: 1px; } .bookmark img { border: 0; padding:0px; margin-top:15px; } -->

Tamanho da Letra

-A - +A

Origem dos nomes dos meses do ano (julho a dezembro)

Twit This! |

Até Júlio César (100 a.C-46 a.C.) reformar o calendário local, os meses eram lunares (sincronizados com o movimento da lua, como hoje acontece em países muçulmanos), mas as festas em homenagem aos deuses permaneciam designadas pelas estações.

O descompasso, de dez dias por ano fazia com que, em todos os triênios, um décimo terceiro mês, Intercalaris, tivesse que ser enxertado.

Com a ajuda de matemáticos do Egito emprestados por Cleópatra, Júlio César acabou com a bagunça ao estabelecer o seguinte calendário solar: Januarius, Februarius, Martius, Aprillis, Maius, Junius, Quinctilis, Sextilis, September, October, November e December. Quase igual ao nosso, com as diferenças de que Quinctilis e Sextilis deram origem aos meses de julho e agosto.

Julho: Chamava-se  Quinctilis e era simplesmente o nome do quinto mês do antigo calendário romano. Até que, em 44 a.C, o Senado romano mudou o nome para Julius, em homenagem a Júlio César.

Agosto: Antes era Sextilis, “o sexto mês”. De acordo com o historiador Suetônio, o nome Augustus foi adotado em 27 a.C., em homenagem ao primeiro imperador romano. César Augusto (63 a.C.-14 d.C.).

Setembro a Dezembro: para os últimos quatro meses do ano, a explicação é simples: setembro vem de Septem, que em latim significa “sete”. Era, portanto, o sétimo mês do calendário antigo. A mesma lógica se repete até o fim do ano. Outubro veio de October (oitavo mes, de octo), novembro de November (nono mês, de novem, e data do Ludi Plebeil, um festival em homenagem a Júpiter) e dezembro de December (décimo mês, de decem).

Ano Bissexto

Dia extra a cada quatro anos corrige distorção:

Ao adotar o calendário solar, em 44 a.C.,  Júlio César criou o ano de 365 dias e um quarto. Por causa dessa diferença a cada quatro anos era necessário atualizar as horas acumuladas com um dia extra. O problema do calendário juliano é que, na verdade, um ano tem 11 minutos e 14 segundos  menos do que se estimava. Por isso, em 1582, o papa Gregório XIII (1502-1585) anulou dez dias do calendário e determinou que, dos anos terminados em 00, só seriam bissextos os divisíveis por 400. E o nome  “bisexto” tem uma explicação curiosa: em Roma celebrava-se o dia extra no sexto dia de março, que era contado duas vezes.

fonte: revista Aventuras na História. ed. 70. maio 2009. (almanaque)

Assine nosso feed. É Grátis.

Leia também: Origem dos meses do ano (janeiro a junho)

4 :

sosvip disse...

Parabéns Susi pela postagem.
Finalmente depois de uma semana tentando, consegui enviar meu comentário.
Muito legal e informativa. Já conhecia as origens de alguns meses, pois sempre gostei desse tipo de matéria. Acho que todo mundo deveria saber o por que fazemos as coisas. Isso nos torna menos robôs. Faz-nos parecer mais espertos. hehe
Abração Susi.

Susi disse...

Oi Marcelo, ainda bem que conseguiu postar seu comentário, verifiquei como pediu e não havia nada de estranho, deve ser algum bug no formulário, essas coisas acontecem de vez em quando, você sabe.
Obrigado mais uma vez pelo comentário e continue comentando.
Valeu e bom carnaval.

Tânia Sampaio disse...

Oi, Susi!

Gostei tanto que estou copiando (com devidos créditos) em meu blog!

http://contando-nossa-historia.blogspot.com/

Abç,
Tânia Sampaio

Susi disse...

Obrigado pelos créditos, mas a imagem tb achei na rede. Gostei muito de seus blogs. Que tal uma troca de links/banner?
Obrigado pela visita!
Abs.

 

©2009 HISTOBLOG - História Geral | Template Blue by TNB