.bookmark{ padding:0px; margin-top:15px; background:#ddd; } .bookmark a:hover { position: relative; top: 1px; left: 1px; } .bookmark img { border: 0; padding:0px; margin-top:15px; } -->

Tamanho da Letra

-A - +A

A inegável relevância do ser

Twit This! |

Hoje resolvi postar um texto bem bacana, é de autoria de meu querido irmão, espero que gostem.

Numa terra arrasada pela guerra digital, onde o relacionamento pessoal torna-se cada vez mais impessoal, onde um toque de mãos ou mesmo um simples, mas fabuloso abraço parecem estar sendo extintos, como numa caçada predatória e sem precedentes na história humana. Somos e nos tornamos o que somos justamente baseados na força da união, afinal, nossa condição de mamíferos nos impacta profundamente nesta direção, fazendo-nos soberanos sobre a Terra, pelo simples fato de possuirmos a capacidade de nos relacionarmos e nos juntarmos numa força descomunal, que é claro, tem se mostrado também destruidora, mas que nos levou a condição de estarmos no topo da cadeia alimentar e de realizarmos feitos fantásticos, jamais experimentados por outra raça.

Por onde se olhe, e seja qual for a guia que o oriente, pode-se dizer que, separados somos e podemos fazer a diferença, e é isso que o mundo pós-moderno tem cada dia mais nos ensinado, que a condição individual é imprescindível e de cunho quase absolutista, nos coagindo como num moto-contínuo a nos “libertarmos” da união, e desenrolarmos nossas vidas na direção do “EU”, de certo que individualmente somos importantes, e que não há dúvidas quanto a essa verdade inflexível, porém, que esta não seja a única relevância e que a verdade do conjunto, prevaleça sobre a unidade, tornando-nos não apenas fortes, mas implacavelmente imbatíveis, que sejamos um por todos e todos por um bem maior, que essa força que aplaca nosso peito seja a luz que permeia, a inegável relevância do ser.

Carlos Eduardo Pinto da Silva

Technorati Marcas: ,

Assine nosso feed. É Grátis.

2 :

sosvip disse...

Texto muito bem redigido. Palavras muito bem escolhidas!
Parabéns ao seu irmão Susi

Susi disse...

O cara é bom, ou não é?!
Ele escreve coisas muito bonitas, eu sempre pedi para q ele me desse autorização para publicar aqui no blog, mas ele sempre me diz q não.
Dessa vez, foi ele que mandou para publicação.
Vou ver se consigo ter pelo menos um texto por mês. Acho que vai ser legal.
Valeu Marcelo!

 

©2009 HISTOBLOG - História Geral | Template Blue by TNB