.bookmark{ padding:0px; margin-top:15px; background:#ddd; } .bookmark a:hover { position: relative; top: 1px; left: 1px; } .bookmark img { border: 0; padding:0px; margin-top:15px; } -->

Tamanho da Letra

-A - +A

A produção intelectual italiana

Twit This! |

Artes plásticas

  • Giotto  (1266-1337)

Autor de quadros tendo como tema a vida de São Francisco de Assis.

  • Botticelli (1445-1510)

Suas obras O nascimento de Vênus e a Alegoria da Primavera caracterizam-se pela beleza, elegância e sensualidade.

  • Leonardo Da Vinci (1452-1519)

Mona Lisa (Gioconda), retrato de uma mulher florentina, e a Última Ceia (Santa Ceia), estão entre as obras mais conhecidas e reproduzidas da história da arte.

  • Rafael Sânzio (1483-1520)

Sua pintura atingiu o mais alto grau de refinamento e perfeição técnica. O quadro O Papa Leão X e as numerosas madonas são suas principais obras.

  • Michelangelo (1475-1564)

Suas esculturas representam o máximo de aprimoramento técnico e traduzem com perfeição os movimentos do corpo humano. Moisés, Davi e Pietá são algumas das suas principais esculturas. Como pintor, destacou-se pelos afrescos da Capela Sistina, decorada com cenas bíblicas. O projeto da cúpula da catedral de São Pedro  também é de autoria de Michelangelo.

  • Ticiano (1477-1576)

Da chamada "escola" de Veneza, foi outro importante pintor do Cinquecento. Suas pinturas abordam temas mitológicos e religiosos. Na obra Ecce Homo, de 1542, pode-se observar a multidão com expressão de ódio diante da crucificação de Cristo. Podem-se destacar ainda as obras Amor sacro e Amor profano.

Literatura

  • Dante Alighieri (1265-1321)

Com sua obra A Divina Comédia, pode ser considerado um precursor do Renascimento. Não pelo tema, ainda religioso e medieval, mas pela forma: é escrita em dialeto toscano e segue o modelo do poema épico clássico.

  • Francesco Petrarca (1304-1374)

Considerado o pai da literatura renascentista, foi autor de De África e Cancioneiro. Petrarca acreditava que vivia no início de uma nova era, que daria continuidade aos anos áureos do Império Romano. Foi  um precursor da unidade italiana e o primeiro a julgar a Idade Média como um período de "trevas".

  • Giovanni Boccaccio (1313-1375)

Autor do clássico Decameron, seus personagens expressam a complexidade do ser humano e os anseios das camadas populares. Boccaccio também escreveu em dialeto toscano e não em latim, a tradicional língua da Igreja e dos escritos medievais.

  • Torquato Tasso (1544-1595)

Sua obra Jerusalém libertada trata dos feitos de Godofredo de Bulhão nas Cruzadas. A obra já revelava o sentimento religioso da Contra-Reforma.

  • Ludovico  Ariosto (1474-1533)

Autor de Orlando furioso, que trata das aventuras do sobrinho de Carlos Magno. A narrativa fica entre a lenda e a realidade.

Ciência

  • Galileu Galilei (1564-1642)

Pode ser considerado um dos primeiros pensadores a se preocupar com a metodologia do conhecimento. Observador dos fenômenos físicos, desprezava qualquer teoria que não pudesse ser comprovada experimentalmente. Foi Galileu que provou a teoria do heliocêntrica (o sol como centro do sistema planetário), observando os planetas e o Sol através de um telescópio por ele aperfeiçoado.

  • Giordano Bruno (1548-1600) 

Um pouco antes de galileu, afirmou que o universo não é estático e que a Terra não é o seu centro. Por causa dessas concepções, contrárias às da Igreja, foi julgado pela Inquisição e executado.

  • Nicolau Maquiavel (1469-1527)

Foi imortalizado pela obra O príncipe, dedicada a Lourenço de Médici. Nessa obra ele procura soluções para restaurar a ordem na Itália, assolada pelas invasões espanhola, francesa e alemã. O príncipe (líder maquiavélico) deveria ser temido, impor-se pela força, mas, ao mesmo tempo ser amado pelo povo. Maquiavel pode ser considerado o precursor da ciência política moderna, à medida que trata as questões do poder desvinculadas da religião e da ética.

Fases do Renascimento

O Renascimento abrange os séculos XIV até XVI.

  • Trecento: Manifesta-se na cidade de Florença, nos anos trezentos, ou seja, século XIV. Marcado pelas mudanças nas artes plásticas e nas letras.
  • Quatrocento: Anos quatrocentos,  século XV, espalha-se pela península Itálica. Devido influências greco-romana, ressurgem as línguas clássicas e o paganismo.
  • Cinquecento: Anos quinhentos, século XVI, período mais criativo de 1500 a 1550. Época em que começa  perder seu poder. A quebra do monopólio comercial italiano pelas grande navegações e descobertas. O pólo econômico e comercial passa para o Atlântico.

PEDRO,Antônio. História da civilização ocidental. ensino médio. volume único.

Assine nosso feed ou receba as atualizações via e-mail. Obrigado pela visita!

1 Comentário:

Mr. Zahta disse...

Simplesmente adoro o Renascimento, principalmento o Cinquecento, época de Da Vinci e outros citados no post acima. Parabéns pela postagem!

E parabéns pelo blog. Gosto muito de história e ele com certeza será uma referência para mim agora. ;D

 

©2009 HISTOBLOG - História Geral | Template Blue by TNB