.bookmark{ padding:0px; margin-top:15px; background:#ddd; } .bookmark a:hover { position: relative; top: 1px; left: 1px; } .bookmark img { border: 0; padding:0px; margin-top:15px; } -->

Tamanho da Letra

-A - +A

A Revolução Industrial - cronologia

Twit This! |

(Séculos XVIII-XIX)

Dois  milhões de anos de existência dos seres humanos na Terra, apenas nos últimos duzentos anos houve a presença marcante das industrias.

 

  • 1711  Invenção da primeira máquina a vapor por Thomas Newcomen.
  • 1733  Invenção da lançadeira volante (flying shuttle) por John Kay.
  • 1764  Invenção da fiandeira mecânica (spinning jenny) por James Hergreaves 
  • 1765  Aperfeiçoamento da máquina a vapor por James Watt.
  • 1768  Invenção da máquina de fiar hidráulica (water frame) por Richard Arkwright.
  • 1779  Invenção da mula (mule) por Samuel Crompton, que combinou a spinning jenny com water frame.
  • 1785  Invenção do tear mecânico por Edmund Cartwrigt.
  • 1825  Invenção do tear mecânico movido a vapor por Richard Roberts.

 

O processo de industrialização começou na Inglaterra do século XVIII.

 

 

A Revolução Industrial Inglesa

A expressão Revolução Industrial indica um conjunto de transformações iniciadas na Inglaterra no século XVIII, com o aparecimento das primeiras industrias. Dentre essas transformações podemos destacar o surgimento de um grande número de operários, o crescimento das cidades, o desenvolvimento dos meios de transporte e comunicação e a valorização das ciências. O termo revolução foi utilizado para descrever a rapidez das transformações e a profundidade de suas conseqüências.

A Revolução Industrial não implicou um aumento na produção de mercadorias, mas, principalmente, a supervalorização desses produtos. Quando hoje vemos alguém ser valorizado apenas pelos bens que possui (roupas, carro, casa), podemos dizer que estamos observando uma das conseqüências da Revolução Industrial.

Na Inglaterra, a Revolução Industrial antecedeu em muito a de outros países. Não podemos afirmar que seu sucesso tenha sido resultado de um planejamento. Pelo contrário, vários acontecimentos e circunstâncias permitiram que ela ocorresse sem que as pessoas tivessem consciência exata das transformações que aconteciam.

O primeiro desses acontecimentos foi o controle do Estado inglês pela burguesia na segunda metade do século XVII. Naquele momento, em outras potências européias, sobretudo na França, Portugal e Espanha, o Estado era controlado pela nobreza e por um rei absolutista , com interesses muito diferentes.

O Estado inglês, ao contrário, que era controlado pela burguesia, começou a incentivar a industrialização, por exemplo, combatendo a escravidão e os monopólios comerciais e estimulando a navegação. Esse estímulo à navegação levou os ingleses a colonizar diversos territórios da Ásia e da África, direcionando para a Inglaterra riquezas vindas de várias partes do mundo. A concentração de riquezas forneceu à Inglaterra condições favoráveis ao desenvolvimento das industrias.

CARDOSO, Oldimar. coleção: Tudo é História. ensino fundamental

Technorati Marcas:

Assine nosso feed. Receba por e-mail. Obrigado pela visita e volte sempre.

1 Comentário:

karina disse...

Susi,
Obrigadinha por visitar o meu blog. Vou aproveitar para dar uma relembrada na história da Revolução Industrial.
Abraços, Karina K www.olhaqueuachei.com.br

 

©2009 HISTOBLOG - História Geral | Template Blue by TNB